Histórias relacionadas a acidentes em anestesias dão medo em muita gente, mas são quase lendas.

Levantamento da Sociedade Americana de Anestesiologia atribui à anestesia uma morte a cada 250.000 procedimentos, ou seja, 0,0004% de risco.

O aprimoramento de monitores e parelhos de anestesia e de drogas utilizadas torna a técnica cada vez mais segura.

O CHOQUE ANAFILÁTICO É REVERSÍVEL?

Sim. O choque é o colapso de alguns sistemas, causado por uma reação alérgica ao fármaco.

Atualmente são muito raros e pode fácil e rapidamente ser revertido.

EXISTEM TESTES CAPAZES DE PREVER UMA REAÇÃO ADVERSA?

Numa avaliação pré-anestésica, é possível detectar riscos mais comuns, como alergia a anti-inflamatórios ou aos contrastes usados em certos exames. Em cirurgias de urgência, quando o paciente chega inconsciente e não se conhece seu histórico médico, não há testes, mas o anestesiologista monitora com rigor as reações.

O USO DE DROGAS AUMENTA AS CHANCES DE REAÇÕES ADVERSAS?

Sim. Drogas ilícitas como cocaína, ecstasy e crack interagem com os anestésicos, o que pode levar a um colapso cardiovascular, convulsões, parada cardiorrespiratória e até morte súbita. Por isso, informar ao anestesista o uso de drogas é fundamental.

PEQUENOS PROCEDIMENTOS, COM ANESTESIA LOCAL, DISPENSAM A PRESENÇA DE UM ANESTESISTA?

É bom não brincar. Em um pronto-socorro, em que um paciente aparece com um corte nas mãos, o cirurgião está habilitado a aplicar a anestesia. No entanto, mesmo em pequenos procedimentos cirúrgicos, a presença de um anestesiologista é fundamental para evitar possíveis complicações, como as reações alérgicas.

O DESPERTAR DEPOIS DA ANESTESIA GERAL É SEMPRE DESCONFORTÁVEL?

Não. As drogas utilizadas atualmente em anestesia são mais facilmente metabolizadas pelo organismo. Além disso, ao longo do procedimento cirúrgico, o médico pode administrar drogas profiláticas em relação à náuseas e vômitos, dores de estômago, e dor pós-cirúrgica.

 Anestesia_01

_____________________________________________________

 

Dr. EVERARDO ABRAMO DE OLIVEIRA FILHO – CRM – 5263826-9

  • Anestesista da Equipe da DRA FABIANA VALERA, desde 2002.
  • Formado pela Universidade Federal do RJ 1997
  • Residência medica em terapia intensiva 1998-2000 e de 2000-2003 como Staff no centro de terapia intensiva no Hospital Central do Exército
  • Residência médica em Anestesiologia no Hospital geral de Bonsucesso 1999-2000
  • Staff do serviço de anestesia do Hospital Niterói Dor 2000 até os dias atuais

6 comentários para “Anestesia sem medo – mitos e verdades”

    • Patrícia França

      Bom dia Adriana,
      Aqui é Patrícia França, sou secretária da Dra Fabiana Valera.
      Entre em contato com o consultório, será um prazer esclarecer
      suas duvidas.
      Obrigada.
      Telefones: 3021-0902 / 3903-7643 / 97434.4029 de segunda a sexta no horário comercial.

      Responder
  1. Virginia Mattos

    Queria fazer um orçamento de uma cirurgia plástica embaixo do queixo e pescoço .
    Obrigada

    Responder
    • Patrícia França

      Bom Dia Virginia,
      Aqui é Patrícia França, sou secretária da Dra Fabiana Valera.
      Entre em contato com o consultório, será um prazer esclarecer
      suas duvidas.
      Obrigada.
      Telefones: 3021-0902 / 3903-7643 / 97434.4029 de segunda a sexta no horário comercial.

      Responder
      • Eri

        Que mujer be1rbara , almorce9 con ella (no habeda mesa y la invite9, eabtsa con un gordo , sereda el manager) en San Bernardo un verano del 88 . Sencilla y talentosa . NO me convidf3 nada de postre eh???? JJAJJA Ansioso por escuchar el nuevo CD no dejf3 ninguno para med?SAludos

        Responder
  2. rosemary r gastao

    Fui fazer uma reduçao de mamas qdo subi pro centro cirugico minha pressao estava 10.06 sou um pouco nervosa qdo tomei a geral apaguei logo apos me voltaram da anestesiao medico me falou que minha pressao subi. Sera que ele nao tinha que medar um sedativo antes devido eu ser medrosa

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *