Você consegue imaginar uma padaria que não serve pão, uma lavanderia que não lava roupa ou uma chocolateria sem chocolate? Melhor, e um bar que não serve álcool?

Em cidades como Nova York e Londres, os conhecidos como sober bars (bares sóbrios) tem ganhado audiência do público que não está precisa de álcool para se divertir. Mas não é porque eles não servem o ingrediente principal dos bares que deixam a desejar: o ambiente é aconchegante, abrem no período da noite, tem iluminação baixa e música. No bar, mixologistas desenvolvem receitas com ingrediente como xarope de tabaco, lingonberry e purê de jalapeño.


Getaway Bar (Foto: Reprodução Instagram)

Os motivos de procurar uma opção de vida noturna sem álcool são vários. Há pessoas que priorizam a saúde do que álcool, há esportistas querendo se divertir sem o perigo de cair em tentação, há quem não goste de beber, há questões religiosas e a lista só cresce.

Aberto no fim do ano passado no Brooklyn, em Nova York, o Getaway é um dos bares não alcoólicos que entraram para o radar na cidade. Mas ele não é o único, o bar pop-up Listen Bar, com cerveja falsa e kombucha na torneira, está atualmente fazendo um crowdfunding para construir um espaço permanente. O Ambrosia Elixirs, que promete “o sabor da intenção sagrada” em cada gole sóbrio, está em Bushwick há três anos, mas expandirá para espaços em Williamsburg e Manhattan.


Listen Bar (Foto: Reprodução Instagram)

Já em Londres, até mesmo os britânicos famintos por cervejas podem ser vistos bebericando matinis de beterrada no Redemption Bar. Os fundadores do empreendimento, Catherine Salway e Andrew Waters, foram inspirados a abrir o local depois de se perguntarem: “Por que a socialização deve ser sempre à custa de sua saúde?”.

Se você vai aderir aos sober bars ou não, a escolha é sua. Mas lembre-se do mais importante. No dia seguinte, nem sinal da ressaca.

Fonte: Revista Vogue
https://vogue.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.