O “Escreva Seu Futuro” é uma parceria da Lancôme com a ONG Redes da Maré e a Universidade Federal do Rio de Janeiro.

A marca francesa de cosméticos de luxo Lancôme, da L’Oréal, lança este mês no Rio de Janeiro o projeto “Escreva Seu Futuro”, cuja meta é alfabetizar mais de 100 mulheres entre 18 e 45 anos da Maré, moradoras do Complexo da Maré.

Em parceria com a ONG Redes da Maré e a Universidade Federal do Rio de Janeiro, a iniciativa é a versão abrasileirada do “Write Her Future”, programa global da companhia para a alfabetização de mulheres, o qual acontece em mais de 100 países.
As mulheres do projeto podem frequentar sete turmas em diferentes turnos: manhã, tarde e noite. As aulas têm duração de duas horas, quatro vezes na semana e vão acontecer na ONG – que também está coordenando as inscrições.

“O ‘Escreva Seu Futuro’ é nosso compromisso para reverter à comunidade local nossos ideais. O objetivo principal é chamar a atenção para uma realidade que deixa milhões de mulheres no mundo inteiro à margem da sociedade”, diz Stephanie Humpert, diretora de marketing de Lancôme no Brasil. “Ele colabora, de maneira significativa, com a redução das desigualdades de gênero, melhora os indicadores educacionais e de acesso ao trabalho e renda, aos bens culturais e possibilita reduzir a vulnerabilidade às manifestações da violência de gênero” comenta Kelly Marques, coordenadora do eixo de educação da ONG.

Fonte: Revista Glamour https://revistaglamour.globo.com

Tags:Geral

E foi dada a largada da sétima edição do Veste Rio, evento da Vogue em parceria com o Ela, do jornal O Globo, que acontece até domingo (28.04) no Píer Mauá. A temporada começa com o tradicional desfile da nossa plataforma de Novos Talentos e também do da veterana Haes, ambos esta tarde.

Ao longo da semana, palestras e oficinas promovidas junto com Senac, salão de negócios e ainda outlet de marcas brasileiras. A entrada é gratuita, mas você pode doar 1kg de alimento, colaborando com o projeto Mesa Brasil, do Sesc Rio, que fará a doação para instituições sociais.

Fonte: Revista Vogue
https://vogue.globo.com/

Tags:Geral

Todas podem fazer? 🤔

O resultado vai ser eficaz com uma cicatriz menor?

No texto a seguir é possível tirar dúvidas como essa e entender um pouco melhor sobre o assunto, mas sempre lembrando que nada substitui uma consulta com o médico de sua escolha, tá bom?

Esta cirurgia é indicada para aquelas pacientes com pouca flacidez de pele e associada flacidez dos músculos retos abdominais, geralmente após gestação sem grandes alterações no peso ou aquelas com abdômen que antes era definido “malhado” e que ganhou flacidez muscular pela gestação, algumas complicações cutâneas,queimaduras, podem provocar um ventre volumoso, excesso de tecido gordo e, em muitas ocasiões, estrias.

A mini abdominoplastia é uma cirurgia plástica abdominal de pequeno porte onde a área ser tratada localiza-se entre o umbigo e a região púbica, sendo indicada especialmente para que possui muita flacidez ou estrias nesta zona corporal.

Esta cirurgia pode ser feita através de um pequeno corte abdominal e não é necessário mexer no umbigo.

Seja por que motivo for, se não gosta da imagem da sua barriga que vê refletida ao espelho, pode recorrer a uma técnica cirúrgica alternativa à abdominoplastia tradicional, chamada MINI-ABDOMINOPLASTIA

Neste caso a cicatriz ficara um pouco maior que a cicatriz da cesariana localizada na região suprapúbica, e que ficará bem escondida no biquíni.

Outra grande vantagem é com relação ao “umbigo”, este não terá cicatriz, ou seja, sua reposição será com pontos internos assim não será visível.

Além de todas essas vantagens o mini-abdômen terá os músculos retos abdominais plicados, ou seja, suturados (presos por pontos internos), assim o contorno abdominal volta a ser definido.

Também não existe nenhuma contra indicação para aquelas que ainda pretendem ter filhos, a recuperação será mais rápida com um pós-operatório mais tranquilo.

PARA QUE VOCÊS CLASSIFIQUEM SEUS “ABDOMENS” .

As deformidades abdominais classificam-se em três tipos:

Tipo I

Caracteriza-se pela presença de pequenas e moderadas acumulações de gordura, sem excesso de pele e sem relaxamento muscular. As pessoas que apresentam estas características são candidatas à lipoaspiração.

Tipo II

Além de pequenas e moderadas acumulações de gordura, apresenta um relaxamento da musculatura, mas sem excesso de pele. São candidatas ideais para a mini-abdominoplastia.

Tipo III

Esta deformidade abdominal apresenta acumulações de gordura, excesso de pele e relaxamento muscular.

PÓS OPERATÓRIO

Para pós operatório da mini abdominoplastia recomenda-se o uso da cinta abdominal pelo período de aproximadamente 45 dias, evitar esforços nas primeiras semanas e ficar levemente curvado para frente durante os primeiros 15 dias para evitar a reabertura dos pontos.
A recuperação é relativamente rápida e o indivíduo poderá voltar as suas atividades rotineiras antes de 1 mês da cirurgia, sendo importante ainda a realizações de no mínimo 20 sessões de drenagem linfática manual em dias intercalados com início cerca de 3 dias após a cirurgia.

NÃO EXISTE MÁGICA. MATERIAIS DE QUALIDADE E UMA BOA INTERNAÇÃO NÃO PODEM SER DE BAIXO CUSTO, por isso desconfie de facilidades como cirurgias milagrosas em consultórios e preços incoerentes com o mercado.

Procedimentos estéticos com custo muito abaixo do normal devem ser questionados se envolvem escolhas de materiais de qualidade questionável e internação em locais inadequados. O barato pode acabar saindo muito mais caro, tanto para o seu bolso quanto para a sua saúde.

Tags:Geral

Muitas gargalhadas já foram dadas com todos os memes e piadas sobre as dietas pós o período da Páscoa internet afora. Mas a verdade é a de que se você está em dia com a balança e rotina de exercícios, a Páscoa e seus efeitos não são esse bicho enorme de sete cabeças.

moises

Você almoça com a família, come doces durante todo o dia e segunda-feira, retoma a alimentação saudável que tinha, sem muitas diferenças na balança e culpa nos pensamentos.

Mas a questão é que, nem sempre os que mais aproveitam a Páscoa são os mais magrinhos. Os sedentários e as pessoas com maus hábitos alimentares tendem a se exceder nessas datas, saindo do controle, e principalmente, não conseguindo sair de um ciclo vicioso difícil de se quebrar.

A culpa por ter perdido o controle sobre a sua alimentação e as escolhas saudáveis da vida, pode te afastar dos seus objetivos, te impedindo de tomar as rédeas do seu corpo e saúde. Como se você não fosse conseguir ser saudável novamente…

Se esforçar para que?

E começam a circular dietas milagrosas que prometem mundos e fundos em pouquíssimo tempo. Você emagrece um pouquinho e volta ao ciclo vicioso já introjetado e continua se sentindo culpada.

Vamos pensar diferente dessa vez?

E é aí que entra o segredo já conhecido, a dupla infalível de quem quer perder peso: alimentação equilibrada e exercícios físicos. Lembrando sempre que essa dupla pode ser adaptada a sua individualidade, gostos, e preferências.

O pulo do gato está aqui, emagrecer com prazer!

No blog FV temos várias dicas de novidades no mundo dos exercícios, que tal dar uma pesquisada?

Sempre me foi ensinado que, mais do que ganhar chocolates, a Páscoa é um período de renovação, daí termos o coelho como símbolo, por ele ser um animal que procria com rapidez renovando sempre a espécie. Tal renovação pode ser feita por você!

Aproveite esta época para se transformar, e assim, quem sabe, a sua Páscoa do ano que vem envolverá bem menos o sentimento de culpa. Afinal de contas, “daqui a um ano, você vai desejar ter começado hoje”!

Beijos e até logo,

Luiza.

Eu tinha pouco menos de vinte minutos para efetuar uma compra mais do que necessária e adentrei a loja feito um furacão.

Para minha sorte não havia nenhum outro cliente e as quatro vendedoras, assim como a caixa, estavam disponíveis. Ainda assim, as chances de conseguir meu intento em tão escasso tempo eram diminutas.

Logo uma moça simpática prontificou-se a me ajudar e veloz, seguiu em direção ao estoque. Foi então que lamentei em voz alta que também precisava adquirir um presente, mas não haveria tempo para tanto. Outra das vendedoras, voluntária, apresentou algumas opções, enquanto a primeira não retornava.

Admirada com a atitude solidária da jovem, em segundos escolhi o que levar e ao demonstrar preocupação com a natural demora do embrulho elaborado, uma terceira funcionária, de imediato, recolheu a mercadoria, dedicando-se a empacotá-la com capricho.

Àquela altura, minha correria começava a ser ofuscada pelo espírito colaborativo que permeava a equipe e me permiti alguns segundos de reflexão sobre o que ali ocorria, pois na pressa, muitas vezes deixamos escapar pequenos gestos que se traduzem em enormes atitudes.

Gestos de auxílio, solidariedade e colaboração que promovem atitudes como a união, a bondade com o próximo, a disponibilidade em fazer pelo outro, mesmo sem a garantia da retribuição imediata, aquele sentimento de identificação com a necessidade do semelhante.

O que deveria ser natural, tem se tornado excepcional e é cada vez mais raro nos depararmos com situações gentis e espontâneas como a dessas moças.

Não pude deixar de verbalizar meus agradecimentos àquelas que não pouparam esforços em garantir minha satisfação e, sobretudo, minha admiração por terem se organizado para ajudar a colega que, diga-se de passagem, seria a única que receberia comissão sobre a venda realizada.

Sorridentes, elas não se fizeram de rogadas e com uma naturalidade comovente, unânimes, afirmaram: “hoje nós a ajudamos, amanhã será ela a nos ajudar”.

Entrei naquela loja apressada, afobada e um pouco descrente e saí dela, leve, calma e com a confiança restabelecida na crença de que talvez nem tudo esteja perdido e de que talvez a raça humana ainda tenha salvação.

Afinal, isso só depende de nós, nossos atos e nossas atitudes!

(Inspirado nas vendedoras da Loja Jogê, Shopping Eldorado/SP, responsáveis por esta maravilhosa vivência)