Decidiu fazer o seu implante de silicone, mas bateu aquela dúvida sobre como ocorre o corte e a cicatrização? Pois hoje vamos falar exatamente sobre isso para a sua tranquilidade!

Saiba quais as diferenças e formas de cicatrização do implante de silicone pela axila, aréola ou abaixo do seio:

Implante de silicone pela axila – incisão axilar

É o tipo de implante de silicone com corte feito nas axilas (incisão axilar). Seu principal benefício é que há menos riscos de aparecimento de queloides na região dos seios.

No entanto, é preciso que a técnica seja feita por um profissional muito experiente e tenha segurança do que está fazendo, pois é mais trabalhosa do que as outras técnicas, com eventual necessidade de uso de aparelhos de videocirurgia (semelhantes àqueles que se usam em cirurgias dentro do abdome). A cicatriz nas axilas poderá, eventualmente, ficar visível quando as axilas estiverem expostas, o que é muito frequente nas roupas utilizadas pelas brasileiras.

Implante de silicone pela aréola – incisão periareolar

É o tipo de implante de silicone com corte feito entre a pele da mama e a aréola (incisão periareolar). O principal benefício de colocar a prótese neste local é que há menos riscos de a cicatriz ficar exposta, pois fica em uma área sempre coberta das mamas, mesmo com os menores sutiãs, tops e biquínis. A cicatriz tende a ter uma boa evolução, porém, ocasionalmente, pode ficar bastante notável na mama totalmente descoberta, por estar na parte mais chamativa da mama, que é o complexo aréolo-mamilar (a região da mama formada pela aréola e o mamilo). Além disso, esse corte implica em uma chance maior de haver perda de sensibilidade na região da aréola e do mamilo após a cirurgia.

Mas alguns especialistas não indicam esta opção para todas as mulheres, inclusive aquelas que desejam ter filho, por haver a possibilidade de prejudicar as glândulas mamárias e, consequentemente, a amamentação do bebê.

Implante de silicone pela mama – incisão inframamária

É o tipo de implante de silicone onde o corte é feito abaixo das mamas. Seu principal benefício é a facilidade de acesso para colocar a prótese, facilitando também a cirurgia.

A cicatriz tende a ficar escondida na maioria das peças de roupa e, geralmente, é pouco notável até mesmo na mama totalmente descoberta. Porém, a cicatriz pode, ocasionalmente, ficar visível em peças de roupa muito pequenas, como alguns biquínis “cortininha”.

Afinal, existe um tipo de corte que seja melhor?

Não há um tipo de corte (incisão) melhor que outro. Como toda cirurgia, o implante de silicone pela axila, aréola e embaixo da mama possui seus riscos, embora cada um deles seja reduzido quando há o auxílio de uma boa técnica, prótese de qualidade e profissional experiente em conjunto.

O fato é que todo cirurgião plástico com experiência irá expor para cada paciente a melhor possibilidade de acordo com seu biótipo e o tipo, volume e forma de prótese de silicone a ser colocada.

Como sempre enfatizamos no nosso blog: vale sempre a pena pensar no implante de silicone passo a passo, com calma, escolher um profissional competente, conhecer o material da prótese que você está colocando em seus seios e, sobretudo, conversar com seu cirurgião plástico de forma clara e objetiva durante suas consultas.

Fontes: Corpo a Corpo / M de Mulher / http://motivaimplantes.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.