Queridas leitoras, em celebração ao primeiro ano da minha coluna aqui no Blogfv, desejaria compartilhar com vocês no post de hoje, como podemos ser mulheres que derrubam gigantes e são vitoriosas.

Inicialmente, para podermos compreender e aceitar os sentimentos negativos de uma outra pessoa, é extremamente difícil lidar se os nossos próprios sentimentos negativos não foram ouvidos e apoiados. Temos que, quanto maior é a nossa capacidade de curar nossos próprios sentimentos não resolvidos em nossa infância, mais fácil fica para responsavelmente compartilharmos nossos sentimentos e ouvirmos os sentimentos de quem está ao nosso redor, sem nos ressentirmos e ficarmos frustrados.

O interessante é que, quanto maior a resistência que você tiver em sentir sua dor interna, mais resistência você terá em dar ouvidos a sentimentos alheios. Se você se sente impaciente e intolerante quando outras pessoas expressam seus sentimentos infantis, então esse é um grande indicador de como você trai a si mesma (o).

Para gerarmos mudança, temos que nos apoderar que há uma pessoa emocional dentro de nós que fica aborrecida mesmo quando nossa mente racional adulta nos diz que não há razão para ficarmos aborrecidas (os). Temos que isolar essa nossa parte emocional e compreendermos em amor. Pois, se enquanto crianças nossas emoções internas tivessem sido repetidamente ouvidas e validadas de uma maneira saudável, então, como adultos, nós não ficaríamos conectados de forma negativa à essas emoções negativas. Mas a grande maioria de nós não foi apoiada dessa forma.

Certamente a experiência de ficarmos presos a esses sentimentos negativos, nos trouxeram prejuízos, e mediante a essa realidade o que fazer para virarmos o jogo e derrubarmos esses gigantes:

1 – Quanto mais conseguirmos comunicar o que sentimos com aqueles que nos cercam, seremos capazes de conectarmos com nossa família, nossos parceiros e amigos.

2 – Para desenvolvermos nossa capacidade de amar a nós mesmos, também precisamos receber amor.

3 – O poder do apoio de um grupo é algo que não pode ser descrito e sim experimentado. Um grupo amável e apoiador pode ser um facilitador de maravilhas.

4 – Tirar um tempo para ouvir seus sentimentos, você estar de fato dizendo à pessoa sensível que há dentro de você “Você é importante. Você merece ser ouvida e eu me importo o suficiente para ouvir.”

Beijos e até o próximo post!

Ellen Cristi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.