Meninas, eu contei pra vocês ao me apresentar, que estive recentemente fazendo um curso de moda em Paris. Pois bem, durante os dias que estive por lá, tive experiências incríveis, das quais vou compartilhar TODAS com vocês. A primeira  não poderia deixar de ser sobre o perfume, que apesar de nâo ser o meu (em breve conto pra vocês o meu queridinho J), adoro pelo fato de estar relacionado a marca que é a minha preferida. Quem mais se não “Chanel”? Por isso, vou contar um pouco da história por trás do famoso Chanel Numéro Cinq, que tive o prazer de escutar de Madame Vivian, a pessoa que treina todas as vendedoras de cosméticos da marca. Eu e a turma do curso, fizemos  um tour guiado pela famosa joallerie com direito a experimentar as joias e tudo. Um sonho! Pena que não pudemos tirar fotos das peças por questões de segurança, claro.  Ao chegarmos na loja fomos recebidas com Champagne, além dos deliciosos macarons Ladurée e como se não bastasse, ainda tinhamos uma fotógrafa a nossa disposição para nos produzir numa pose que nos rendeu uma foto em preto e branco frente a um móvel vintage da maison da própria Mademoiselle, que ficava na rue de Cambon, onde até hoje é o principal endereço da marca.

A história do perfume Chanel No 5

Chanel_02

Chanel foi uma mulher de ideias arrojadas e marcou sua época ao lançar moda através do seu estilo particular e avant-garde. Foi com essa ousadia, que Mademoiselle Chanel lança em 5 de maio de 1921 seu perfume Chanel No 5. Ícone de sofisticação e símbolo da mulher moderna desde aquele tempo. A genialidade de Mademoiselle Chanel esteve em tudo, desde a elaboração da fragrância até a estratégia de marketing para o lançamento do perfume, que se tornaria sinônimo de desejo das mulheres mais antenadas da época e continua assim até os dias de hoje. Com a ajuda de seu então amante, Dimitri Pavlovich, cujo primo era o Czar Nicolau II, Coco conhece Ernest Beaux, conhecido no início do século XX como o maior perfumista do mundo e faz a encomenda de um perfume exclusivo, que deveria ser algo que jamais tivesse sido experimentado antes. Com notas de rosas, jasmim, sândalo e diversas outras flores raras, a fragrância conta ao todo com 65 substâncias, dentre estas um aldeído- nota sintética que realça o aroma dos demais ingredientes naturais da fórmula. Com seu tino empresarial aguçado, Chanel decide NÃO causar alarde para o lançamento do perfume e num jantar elegante, furtivamente borrifa a fragrância nas pernas e saias de suas convidadas para logo depois, presentear algumas poucas felizardas com o frasco. Pronto, bastou isso para causar inveja e alvoroço fazendo com que todas que não estavam na lista VIP desejassem o perfume.

E o que foi que ela fez? Você deve estar pensando: “Ora, colocou-o disponível para que todas aquelas que não haviam recebido o regalo, o comprassem!” Certo? ERRADO! Ao invés disso, Chanel divulga, que “infelizmente” não tem o produto disponível para colocar a venda, causando assim, um frisson  ainda maior! Brilhante, não acham? Três anos depois, em parceria com um grande empresário da indústria de cosméticos, Chanel põe, finalmente, seu perfume à venda. Entendeu agora porque ainda hoje ele permanence como um dos perfumes mais vendidos do mundo? Fiquem com as imagens da minha visita a Joaillerie na Place Vendôme, onde pude ouvir e vivenciar toda essa história com o entusiasmo de Madame Vivian, que treina as vendedoras dos perfumes e cosméticos da marca.

A fachada e vitrine da Joaillerie na Place Vendôme. Luxo e sofisticação!

Chanel_03

A evolução e sofisticação do frasco do perfume mais famoso do mundo!

Chanel_04

Madame Vivian, que é a responsável em treinar todas as vendedoras de cosméticos da grife, em meio a explicação sobre o frasco e a embalagem.

Chanel_05

Por ser uma mulher esotérica, Chanel acreditava que o número 5 era sinônimo de coisas boas, pois simbolizava os 5 sentidos, os 5 chakras e também por se tratar de um número facilmente reconhecido em qualquer parte do mundo. Foi assim que surgiu a escolha do nome.

Chanel_06

Sentindo cada fragrância individualmente.

Chanel_07

O comercial com Gisele Bundchen e o mural com as diferentes hashtags com frases ditas no comercial.

Chanel_08

Eu e toda a turma do Paris Style Week.

Chanel_09

Nossas professoras top, Dione Occhipinti e Valeria Doustaly com Madame Vivian.

Chanel_10

E aí, gostaram da história? Não deixem de comentar e me contar o perfume preferido de cada uma de vocês que segue o blog. Logo logo conto o meu.

Beijos e até a próxima semana!

Oi pessoal!

Eu adoro um ambiente com uma parede que me chame a atenção!! E quem não adora não é mesmo?

Um recurso muito utilizado já há bastante tempo são os tecidos nas paredes!! Obviamente que os tecidos que utilizamos hoje possuem uma tecnologia diferente, muito mais bacana e que nos permitem uma infinidade de possibilidades de texturas!

Isso e ótimo! Os tecidos são descolados e tem muitas vantagens! Uma delas é que você mesma pode aplicar nas paredes porque é super fácil e sem a necessidade de grandes materiais. Você vai precisar de um pouquinho de habilidade, tecido, cola e tesoura. No caso do tecido vale a mesma dica de segurança dos papéis: enjoou!? Super fácil de trocar!!

No caso dos tecidos você com certeza terá uma variedade muito maior que nos papéis, que embora sejam uma excelente opção também nos deixam presos aos produtos disponíveis no mercado. Então tome coragem e anime-se para trocar o visual das suas paredes! Se for aplicar sozinha procure a ajuda de uma pessoa para auxiliar na hora de esticar o tecido, isso evita que surjam bolhas de ar, caso isso venha a acontecer, fure com uma agulha!

Dica da Chris: dê preferência a tecidos de tapeçaria, tecidos de tricoline 100% algodão e que possuam elastano na composição, sejam resistentes à luz e ao calor, porque assim evita-se que amarelem ou desbotem com mais facilidade.

Passo a passo para a aplicação do tecido nas paredes:

1- Garanta que a parede esteja limpa, lisa e use um nível para riscar a linha em que o papel será colocado;

2- Prenda o tecido antes de passar a cola, garanta que ele não vai ficar torto (às vezes as paredes são tortas e isso influencia no resultado);

3-Misture a cola na proporção de 1 para 3, ou seja, uma lata de cola para 3 de água.

4-Use um pincel largo para passar a cola com a água;

5- Pressione o tecido com uma espátula, como se fosse colocar um adesivo e vá tirando as bolhas, de preferência com uma espátula dessas que vendem em lojas de artesanato;

Atenção!! Espere secar a primeira, pois alguns tecidos podem encolher e criar emendas indesejadas.

IMG-20150807-WA0015

Feito isso… Voilá!! Aproveite e curta seu novo visual nas paredes!!

Separei algumas imagens como inspiração!!!

IMG-20150807-WA0009IMG-20150807-WA0013

IMG-20150807-WA0014IMG-20150807-WA0011

Espero que gostem!!!

Bjs e até a próxima!

09
ago

Postado por:

Parabéns a todos aqueles que exercem a função paterna!

Parabéns aos que se entregam à difícil tarefa de preparar uma vida, impondo limites e estabelecendo regras com amor, humor e alguma autoridade!

Parabéns àqueles que sabem o real significado da diferença entre as palavras mortas de um discurso vazio e o exemplo concreto dos atos e atitudes!

Parabéns a quem desenvolveu maturidade suficiente para entender que a ausência física, tantas vezes inevitável, não se confunde com o abandono emocional!

Parabéns a todos os que conseguem trocar uma educação permissiva pelo oferecer amoroso de um pouco de liberdade, uma boa dose de responsabilidade e farta quantidade de sabedoria!

Parabéns a todos os pais, ainda que não sejam do sexo masculino ou ainda que não tenham gerado de fato seus rebentos amados, mas que tenham sabido se transformar nos super-heróis da vida real de uma pessoa que pode ser chamada de ser humano!

Parabéns a todos os pais que conseguem estender a mão e abrigar seus filhos no coração!

Foto cedida pelo querido amigo Junior, mãos dadas com seu filho Guilherme Charbel.

FELIZ DIA DOS PAIS!

Tags:Geral

Redescobrindo os segredos do coração!!!

Desejaria partilhar nesse post de hoje a estória de uma mamãe que ressignificou seu viver após o nascimento de sua princesa Mariana. Descobriu tesouros ainda escondidos em seu coração, e esse tesouro foi a paixão e em relatar a evolução de sua pequena princesa em seu crescimento através de um diário.

Nascendo então o projeto chamado MARICOTA & COMPANHIA !!!

Vamos conhecer um pouco dessa mamãe e de seu projeto!!

“OláCapa M&C!!! Meu nome é Carolina Crespo, sou a mãe da Maricota, minha inspiração para criar o Site Maricota & Companhia.

Tenho formação em Turismo e Pós em Administração Hoteleira, mas abdiquei dessa carreira para me dedicar a mais bela de todas as profissões: ser mãe da Mariana!!!

A ideia do site surgiu em meio aos diários que escrevi para contar a vidinha da minha filha, desde o seu nascimento. E, também de todas as dúvidas, inseguranças e curiosidades que tive em relação à maternidade. O objetivo é a troca dessas informações com uma abordagem simples e direta.

O site é todo ele relacionado ao mundo infantil.

Enfim, é uma divertida amizade para compartilhar toda felicidade e realização de ser MÃE.

Contato: www.maricotaecompanhia.com.br / carolina.crespo@maricotaecompanhia.com.br

Queridos leitores, que possamos refletir que é momento de florescer e que nunca é tarde para pararmos de sonhar !!!

Que venham muitas inspirações para todos vocês!!!

Beijos e até o Próximo Post

Ellen Cristi

O molusco contagioso é infecção cutânea causada por um vírus da família Poxviridae.

Atinge com mais frequência crianças e adolescentes e eventualmente pode infectar adultos, principalmente, quando há imunossupressão associada como no HIV por exemplo.

O vírus é mais encontrado em climas tropicais em que a incidência da doença pode chegar a 20% das crianças.

A transmissão se dá, principalmente, por contato direto e autoinoculação onde a própria criança se contamina com as suas lesões. As manifestações clínicas do Molusco Contagioso são bastante características:  lesões são em forma de pápulas (bolinhas) cor da pele ou amareladas, de 2mm- 6mm, com umbilicação central (furinho no meio). Pode ocorrer uma lesão isolada ou, o que é mais comum, várias lesões, agrupadas ou disseminadas, as quais podem ser assintomáticas ou acompanhadas de coceira até mesmo infecção bacteriana associada.

O molusco contagioso é benigno e autolimitado, resolvendo-se até espontaneamente, em alguns meses ou anos. Caso não cure espontaneamente, ou necessite de tratamento mais rápido para evitar o contágio para outras crianças ou a disseminação no próprio paciente, um médico dermatologista deverá ser procurado para realizar o tratamento e retirar as lesões para a cura do Molusco.

image1