Identificou-se? Totalmente ou só em parte?

Todos nós temos nossas antipatias gratuitas ou repulsas instintivas por coisas com as quais nunca tivemos contato ou por pessoas com quem jamais trocamos uma palavra, sem que saibamos identificar o que motivou esse sentimento negativo.

Não resta dúvida de que permanecer na nossa zona de conforto, “torcendo o nariz” para o que achamos que poderá nos desagradar é muito mais fácil e menos arriscado do que enfrentar o desconhecido.

Em compensação, este tipo de comportamento resistente a mudanças e a novas experiências nos impede de degustar outros sabores, de conhecer lugares nunca dantes visitados, de travar contato com alguém fora do nosso círculo de amizades ou até mesmo de assistir um filme que não seja do gênero ao qual estamos habituados.

Permitir-se desbravar novos horizontes, estar disposto a empregar outro olhar sobre aquilo que se enxergava feio, ruim ou desagradável, pode nos obrigar a ter que “dar o braço a torcer” para o fato de que estávamos enganados e assim amargarmos algum arrependimento pelo tempo e pelas oportunidades desperdiçados.

E quem gosta de assumir que estava errado e se enganou quanto aos sentimentos, às preferências e às escolhas que fez e às que não fez?

Aquele que receia expor seus equívocos, teme sentir vergonha de dizer, por exemplo, que embora tenha passado a vida toda odiando neve, no dia que a sentiu cair sobre seus ombros deixou-se levar por uma sensação deliciosa e brincou feito criança com os flocos branquinhos, então, que continue a se negar a novas aventuras.

Caso contrário, se tiver disposto a derrubar a barreira da intransigência e se render às maravilhas que este mundo tem a oferecer, jogue-se, explore, aceite, renda-se.

Daí se não gostar, não tem problema, é um direito, mas que esteja preparado, pois ao se permitir uma chance, pode ser obrigado a conviver com surpresas agradáveis e encantamentos indescritíveis a cada passo dado em direção ao novo.

Vou compartilhar com vocês nesse mês de maio uma série sobre auto imagem.

Espero que a cada post, possamos mergulhar nessa jornada de redescoberta e que possamos reeditar nossa auto imagem!!!

Na era da conectividade, onde as relações cada vez mais velozes e muitas das vezes virtuais, o que me define realmente? Um conjunto de qualidades e defeitos ou serão palavras expressadas?

É comum as pessoas fazerem de si uma imagem que muitas vezes não corresponde de fato ao que elas são, e que, em geral, é a que os outros enxergam.

A auto imagem é formada de acordo com as referências e experiências que recebemos ao longo da vida, tendo sido positivas ou negativas. Em geral, as pessoas criam uma imagem sem ter total consciência de que estão fazendo isso e quando a idéia que a pessoa tem de si mesma é muito distorcida, muitas das vezes esta se coloca em situação de perigo não só na nossa vida emocional e nas escolhas dos relacionamentos que não fazem bem, como também, não dão atenção e cuidado com a própria saúde.

Desejo que possamos meditar, será que a minha lente está limpa o suficiente para eu realmente ver quem sou eu?

Hoje eu gostaria de dividir com vocês um dos meus produtos de beleza preferidos!

A Nuxe é uma empresa francesa que produz cosméticos naturais e com cheirinhos maravilhosos.

A linha de óleos é um truque das famosas, e já está disponível no Brasil.

Tem dois tipos, o óleo comum (Huile Prodigieuse) e o óleo com brilho dourado (o Huile Prodigieuse OR), os dois podem ser usados no corpo e no cabelo.

Nuxe_01

O óleo dourado dá um leve tom solar na pele, realçando as pernas e todos os seus melhores atributos pois contém partículas de madrepérola, muito chique não?

Mas a Nuxe tem outros produtos fantásticos, como cremes para corpo, e um super hidratante labial à base de mel e manteiga de karité, que é incrível! Ideal para lábios ressecados e rachados.

Nuxe_02

Vocês podem achar tudo isso em sites na internet e em farmácias também, eu já vi e quase pulei de alegria!!

Beijos!

Os transtornos alimentares podem ser mais comuns do que pensamos, e nem sempre quem os possui é muito magro ou muito gordo. Geralmente tais transtornos, de maneira geral, começam a aparecer ainda na infância e na adolescência.

Os transtornos alimentares na infância podem ditar como será a alimentação futura do indivíduo e afetar o desenvolvimento do mesmo, pais atentos podem intervir nas alterações da relação da criança com a comida, desviando de um futuro diagnóstico de transtorno alimentar. Quando os sintomas aparecem na adolescência, eles se caracterizam com uma forma mais definida, geralmente em anorexia e bulimia nervosa, sendo estes transtornos alimentares propriamente ditos.

A anorexia nervosa é um distúrbio alimentar e de imagem que provoca perda de peso significativo, diferente do saudável para altura e idade do sujeito. O paciente não aceita seu corpo da forma como ele é, tendo a constante impressão de estar acima do peso. Observa-se medo e ansiedade intensa nos indivíduos, ganhar peso é um pesadelo mesmo para quem já está abaixo do peso normal. É mais comum em mulheres jovens que utilizam de métodos variados para emagrecer, dietas e exercício em excesso por exemplo.

anorexia_01

A bulimia nervosa pode ser reconhecida através da oscilação entre a ingestão de grandes quantidades de alimentos, seguidos de métodos compensatórios. A perda de controle sobre a alimentação, pode vir acompanhada de um forte sentimento de culpa, o que leva o paciente a episódios de vômitos auto induzido e abuso de laxantes e diuréticos para impedir o ganho de peso.

A diferença mais marcante entre os dois transtornos é a de que na bulimia pode não haver perda de peso, o que dificulta o diagnóstico e a detecção do distúrbio.

A causa de ambos ainda é desconhecida e indeterminada, porém podemos afirmar que fatores biológicos, psicológicos e ambientais estejam diretamente envolvidos.

Os dois comportamentos podem levar à morte, e a complicações orgânicas no geral. A questão é que nem sempre esses transtornos são visíveis e óbvios aos olhos de nossa sociedade, será que convivemos ou conhecemos alguém que se encaixe no que estamos falando? Se sim, procure ajuda de médicos especializados, o quanto antes!

O acompanhamento psicológico também é indicado e eficaz para tratar distúrbios alimentares.

Beijos e até logo,

Luiza.

Aproveitando o post da colunista Karina Nigri, vamos falar do queridinho Jeans, mas dessa vez na decoração.

O tecido que é absolutamente versátil, também pode ser um coringa na hora de decorar e dar um charme a mais para a sua casa! Diversas forma de se utilizar o material podem ser vistas por aí, mas como eu sempre digo a criatividade e o bom gosto sempre prevalecem!!

O mais importante é saber que o material que é absolutamente diversificado no sentido de tons, texturas e até acabamentos que ele nos permite. Dessa forma, podemos  viajar na ambientação e até nos conceitos para cada espaço escolhido.

decoracao-jeans1foto24

Minha sugestão é que escolha de um a três itens dentro de um mesmo ambiente para que tenham esse material,como por exemplo almofadas, quadros e adornos!!

Mas atenção! Sempre utilize de bom senso, ou seja, caso escolha estofar um belo sofá, ou até mesmo adquirir uma  peça nessa composição (diversas lojas já oferecem!) tenha em mente que este será por si só o objeto principal de seu ambiente, por isso nada de carregar nos outros objetos e adornos!! Faça uma composição leve e bem “basiquinha” assim como o bom e velho jeans pede, conferindo assim simplicidade e elegância.

Sofa-CARBONOpallet-jeans

As pérolas também costumam compor muito bem com o material e por isso vale investir em um rico porta retrato de pérolas para enriquecer aquela mesinha super descolada que tem revestimento em jeans!!

O jeans é aquele material que dura anos e investir em uma peça com ele significa também investir em durabilidade! Isso é bacana porque você pode ter uma peça por muito tempo e sem sair de moda!!!

b3aposte-jeans-na-decoracao-the-toccs-3

Para quarto de criança é ótimo porque é resistente, fácil de lavar, não amassa com facilidade e combina com diversos tons, dos mais fortes aos mais chamativos, a escolha é sua!

O jeans tem sua característica descolada que ultrapassa as fronteiras e durante décadas vem se renovando e se reinventando.  Por isso um material com tamanho potencial pode fazer bonito e arrasar na sua decoração transformando-a em algo muito especial e exclusivo!!

decoração-jeans-papel-de-paredefoto_229

Até a próxima!!

Chris Bernardes.

marilyn-3Desejo compartilhar com vocês essa semana, algo que há algum tempo venho refletindo: O que é a definição do corpo certo?

Então tenho me deparado com as redes sociais inclusive as de compartilhamento de fotos.e tenho observado que o nosso padrão brasileiro de curvas tem se expandido pelo globo!!!!

E minha resposta é que tenho observado um caminhar ao resgate de nossas formas femininas e o mais importante a beleza única de cada mulher tem sido exaltada em sua etnia e biótipo.

Nesse resgate das curvas podemos citar como exemplo a Uber modelo brasileiríssima Gisele e também outras como Adriana Lima e Alessandra Ambrósio como referências de beleza no mundo.

E que nunca nos esqueçamos de tomar posse de quem somos e como nos relacionamos com nosso templo que é esse corpo lindo que cada um de nós recebeu. E nos apossarmos de nossas curvas e sempre procurando a cada dia nos amarmos e nos superarmos!!!

Beijos,

Ellen Cristi Ramos