Do ponto de vista psicológico, a menopausa é uma fase no ciclo feminino muito particular, que pode ser um momento de crise e de desequilíbrio hormonal, já que corresponde ao final da vida reprodutora de uma mulher. Pois para além do período de onde não se pode mais gerar filhos, constitui-se uma nova etapa no organismo, onde se podem experimentar inúmeras transformações derivadas do término da função ovárica. E o que atinge o nosso corpo repercute em nossas mentes, podendo se desdobrar através de questões em nossa saúde psíquica.

Quando os sinais de fecundidade começam a desaparecer podemos observar, em certas mulheres, sofrimento e angústia em se valorizar e se validar para o outro.

Como se o que houvesse de “útil” nelas fosse diretamente ligado à fertilidade que outrora tinham. Ideais arcaicos como esse desviam a atenção de um conceito muito importante, a fertilidade simbólica.

menopausa_02

Uma mulher tem muito mais coisas a fazer para além de cuidar de filhos e realizar tarefas domésticas. Trabalhamos e produzimos, e mesmo muitas de nós que cuidam da prole e da casa realizam estes afazeres de maneira múltipla e dinâmica. A produtividade pode ser enfatizada pelo seu rendimento no trabalho (qualquer trabalho!) e o sucesso que advém de suas empreitadas e tentativas. Você pode atingir seus objetivos profissionais mais tarde, sempre gosto de me lembrar que Jessica Tandy só ganhou seu Oscar com 80 anos por “Conduzindo Miss Daisy”, ás vezes o reconhecimento chega mais tarde…

O desejo libidinal não esmorece com a chegada da menopausa, como muitas acreditam!

O culto a juventude que nossa sociedade costuma fazer, cheio de alusões a influências socioculturais já batidas, só faz implicar perturbações que não se aplicam ao nosso gênero. As mudanças físicas do climatério são parte de um processo natural do ciclo vital e do corpo, o envelhecimento.

Mas se você se sente desmotivada, desinteressada sexualmente, insone, entristecida, e indiferente com relação a atividades comuns para você, a menopausa pode estar trazendo com ela sintomas depressivos. Pode não se caracterizar como uma autêntica depressão, e até é controversa essa discussão, pois esta instabilidade emocional pode ser explicada através da conexão de neurotransmissores e suas novas atividades no sistema nervoso central. Não há nada de conclusivo neste ponto, mas tratamentos hormonais e psicoterapia podem lhe ajudar se esse for o caso.

Estamos aqui para debater sobre esse e outros temas!

Beijos e até logo,

Luiza.

A linha cosmética Sampar foi desenvolvida por Patrick Sounigo, um amante e estudioso da cosmetologia. A alma e cabeça por trás do Instituto Samuel Par, em Saint Germain de Près em Paris, uma parada obrigatória e famosa do mundo da beleza na Europa, inaugurado em 1984. Lá ele desenvolveu inúmeros tratamentos com ingredientes naturais e rapidamente criou novos conceitos em tratamentos estéticos.

O sonho de Patrick se tornou realidade, e ele criou a linha de produtos Sampar, com fórmulas autênticas e inteligentes e reconhecidas ao redor do mundo. Os produtos tem como objetivo principal: fornecer resultados imediatos, de longa duração e eficácia para a pele.

Podemos falar de alguns queridinhos da linha, como o Prodigal Pen que acalma a pele com oito óleos essenciais (como canela, lavanda e alecrim) eliminando irritações e espinhas.

E o Equalizing Foam Peel, que é um esfoliante em mousse que limpa a pele profundamente (das impurezas de poluição inclusive) sem qualquer sinal de agressão. Em dois minutos podemos notar a diferença de seu uso, uma pele super iluminada!

Ambos são para todos os tipos de pele e livre de parabenos!

A linha ainda não está disponível no Brasil, mas vale a pena pesquisar!

Tags:Geral

Todo mundo que passeia pela internet já se deparou com alguma ideia bacana feita com um material reaproveitado não é mesmo?

E com certeza o tão versátil  “Pallet” estava lá imponente!! E quem vai discordar que ele é um objeto incrível que nos permite inúmeras possibilidades?

Separei algumas imagens de ideias bacanas realizadas com os palletes, mas também vou falar sobre algumas dicas de como comprar ou  garimpar o material,  oferecer o tratamento adequado para sua peça durar por muito mais tempo e outros detalhes para arrasar e surpreender a todos com o resultado final.

Pallet_01Pallet_07

Antes de embarcar em uma aventura no mundo da sustentabilidade com aquele seu móvel exclusivo feito por você mesma, fique atenta a algumas dicas!

Alguns estabelecimentos costumam doar esses materiais, atenção para o aspecto, que normalmente é  envelhecido e até mesmo sujo e inadequado ao que se propõe. Portanto cabe avaliar se é mais interessante buscar pelo pallete doado, ou comprar em lojas especializadas m seu estado novinho em folha!

Pallet_03

Como foram feitos para empilhadeiras, aproveite ele é bem resistente!!

Com o pallete em mãos, comece por cobrir as imperfeições que a peça venha a ter, com massa para madeira, em seguida lembre-se de lixar para nivelar e retirar possíveis farpas e objetos pontiagudos.

Se for pintar não esqueça! Antes de aplicar aquela cor que você provavelmente levou horas para escolher, passe uma demão de base acrílica branca, que é para dar uma espécie de selada na peça, funciona como uma base de unhas, ok?

Pallet_06

E o mais importante, tente fazer você mesmo, não há nada como colocar uma ideia criativa em prática! Além da terapia que é realizar esses trabalhos o maior retorno é o valor de ter feito com suas mãos!!

Isso por si só já tem valor!

Pallet_02Pallet_04

“A modernidade líquida em que vivemos traz consigo uma misteriosa fragilidade dos laços humanos- um amor líquido. A insegurança inspirada por essa condição estimula desejos conflitantes de estreitar esses laços e ao mesmo tempo mantê-los frouxos. ” ( ZYGMUNT BAUMAN- Amor Líquido)

Nos dias de hoje o desapaixonar-se se tornou tão fácil quanto apaixonar-se. Afinal são inúmeras as opções que as redes sociais e os apps de relacionamento nos oferecem!

Enquanto eu mantenho um papo no whatsapp, troco mensagens com aquela outra pelo Facebook e espero ansiosamente por uma resposta na velocidade da luz, mas caso nenhuma me corresponda, ainda tenho a terceira opção, com aquela com quem estou trocando SMS.

A superficialidade das relações gerou um conjunto de laços e indivíduos “descartáveis”. Se algo não é bom: descarta!

Temos que essas relações são reflexo da sociedade em que vivemos.

O que nos é cabido é que, em tempos de amores líquidos e pessoas descartáveis, venhamos a redefinir nossos valores e colocá-los em prática o que já é um bom começo para fortalecermos possíveis relacionamentos.

Para quem curte Design a boa pedida é a 54ª edição do Salão do Móvel 2015, que acontece de 14 a 19 de abril em Milão. Mesmo muitooo em cima da hora vale a pena se interar do assunto para se organizar para o ano que vem!!

Durante os próximos posts, vou procurar falar dos eventos relacionados ao Design que acontecem no mundo todo!! Assim fica mais fácil se organizar e não perder o que rola de melhor por ai!!!

A Feira de Móveis de Milão é a maior feira do gênero no mundo.

Conhecida como a capital mundial do design, é durante a semana de design que a cidade supera todas as expectativas. A exposição apresenta tudo de mais recente em Mobiliário e Design, e lidera a exibição de novos produtos por Designers de mobiliário, iluminação e outros artigos de decoração e afins!! E quando eu digo afins, é “afim” mesmo! Tudo que envolve criatividade e arte funcional!!

Um dos pontos fortes da feira é a revelação de novos talentos, trabalhos de designers com potencial incrível são apresentados ao lado de nomes já conceituados e de grande peso no mercado. Isso confere ao evento um sabor inigualável no que diz respeito a liberdade de expressão e criatividade!! Olha ela aí de novo! A criatividade!! Então se você curte Design, decoração, mobiliário, arquitetura e tudo mais que envolve esse mundo tão extenso não pode ficar de fora!! Afinal são vários salões em um só!!!

42-sawayaarq_47226

 A semana de Design Milão tornou-se um evento fixo e acontece todos os anos no mês de abril, quando o mundo vira os olhos para o mais importante evento de Design internacional!! E tudo que é referência, tendência e atualidade está pintando e brotando por lá, por isso fiquem atentas!!!!

2_adorodecorar_bxinfo3mag-sofa-onyx-peugeot-milan-design-week-2014

Este ano esta edição além de todo conteúdo, promete para quem for visitar, ainda curtir duas bienais temáticas, uma delas direcionada especificamente para a área de iluminação, a Euroluce, e a Workplace 3.0 que é dedicada aos espaços profissionais e corporativos.

O evento é considerado a Disneylândia para os apaixonados pelo Design. A proposta dos organizadores a cada ano é proporcionar aos visitantes uma verdadeira experiência, quer seja dentro ou fora da área da feira.

banquinho-com-design-de-sergio-rodrigues-faz-parte-da-exposicao-origens-do-brasil-em-milao-1396907928953_800x533b_720_0_0_0___images_stories_users_Jessy_Clique_alla_Milano_Design_Week_2014__2_Filippo_Protasoni_REFILL

Por isso anote na agenda!!!

Se não deu tempo de se organizar para 2015, ano que vem tem mais!!!

Vale a pena conferir o Salão do Móvel de Milão!!!

Em breve notícias do que rolou por lá!!!

Até a próxima!!!

Chris Bernardes.

A mulher, multifacetada como só ela, sabe que a sexualidade é parte importante de sua vida.

Namorar, casar, e ter filhos, e todo o tempo que esse ciclo toma… Às vezes sobra pouco tempo para pensar a sexualidade como uma busca pelo prazer.

 

Os fatores sociais, morais, religiosos, culturais e a própria educação sexual dada antigamente às mulheres, ainda influenciam as formas de praticar e entender o sexo.

Sabemos que muitos costumes socioculturais ainda preconizam práticas como a amputação do clitóris. Percebemos assim, as profundas marcas que uma comunidade pode exercer no imaginário feminino.

No Brasil isso pode nos soar absurdo, mas nós mulheres de certa forma também fomos marcadas a acreditar que temos de passar por ritos e seguir uma cartilha, adequada ao nosso gênero.

Antigamente pouquíssimas mulheres falavam com tranquilidade sobre suas dificuldades e dúvidas quando o assunto era sexo. Tabu total. O universo feminino é denso, e por ele podem perdurar o peso de palavras e regras outrora impostos.

Hoje em dia, isso vem mudando, e a insatisfação enfim pode ser nomeada e trabalhada. Segundo o ProSex (Projeto de Sexualidade do Hospital das Clínicas de São Paulo), foram identificados três tipos de queixas sexuais frequentes: falta de desejo, incapacidade de atingir o orgasmo e dor durante a relação sexual.

Mudar o nosso jeito de pensar sobre a questão tem ajudado muitas mulheres, de todas as idades, a enfrentar com coragem as difíceis perguntas que rondam o sexo. Buscar uma escuta profissional pode ser um jeito interessante de começar a buscar o prazer na intimidade que você merece!

A sexualidade feminina é subjetiva e muito singular, e a psicoterapia pode ajudar você a se conhecer melhor e ser um caminho para que as mudanças aconteçam pouco a pouco.

Beijos e até logo,

Luiza.